O processo de tratamento de efluentes é bem desafiador, por isso, exige uma série de processos e etapas para garantir total efetividade. Todas as empresas, condomínios e residências que desejam proteger o meio ambiente devem contar com as Estações de Tratamento de Efluentes (ETEs) em seu espaço.

Mas, como elas funcionam? Quais são as etapas de tratamento de efluentes? É nas ETEs que todo o esgoto e dejetos são coletados, geralmente, em grandes tanques de armazenamento. O grau do tratamento é influenciado pela qualidade do efluente antes de ser lançado ao tanque e também a legislação ambiental. Ou seja, o processo pode ser mais leve ou mais rigoroso. 

De qualquer maneira, este tratamento acaba passando por três momentos, os quais são subdivididos em etapas.

Processo preliminar 

Esta é a primeira etapa para o tratamento de qualquer efluente. Assim, todo e qualquer material do esgoto deve passar por aqui. Logo após serem inseridos no tanque de armazenamento, os resíduos são separados entre sólidos e líquidos. Chamamos esse processo de “gradeamento”. Esta etapa protege os tubos e bombas de qualquer pressão ou rachadura.

Logo após essa separação prévia, os resíduos menos e todo o líquido separado são encaminhados para grandes caixas de areia. Aqui, mais uma vez, os resíduos são divididos em maiores e menores. A chamada “desarenação” funciona como uma peneira muito maior e melhor. No final do processo, a areia, pedriscos e cascalhos vão para o fundo do tanque. 

Processo primário 

Depois de todo o processo preliminar do tratamento de efluentes, o líquido precisa ser novamente filtrado. Para isso, é utilizada a “decantação”, etapa para separar as misturas heterogêneas. Mais uma vez, os resíduos mais pesados e sólidos, com a gravidade, acabam afundando e se acumulam no fundo do tanque. 

É com todos esses dejetos que é formado o lodo, material que pode ser retirado em uma última etapa. Todo o líquido que permaneceu na parte superior do tanque já pode ser considerado “limpo”. 

Processo secundário

Todos aqueles dejetos que não conseguimos enxergar a olho nu também são removidos na etapa de “processo biológico”. O líquido já previamente peneirado é transferido para tanques de aeração e exposto à presença de bactérias. Esses pequenos seres realizam uma limpeza por meio de reações bioquímicas.

Após expor o líquido e as bactérias realizarem o seu trabalho de desinfecção, novamente a matéria orgânica “invisível” também se acumula com todo o lodo já existente no fundo do tanque. Pronto, os líquidos já estão preparados para seguirem o seu destino. 

Extra: Processo de desinfecção

O objetivo das Estações de Tratamento de Efluentes (ETEs) é tornar a água totalmente preparada para despejo na natureza. Ou seja, todas as impurezas que são removidas, são também eliminadas dos rios e nascentes onde o esgoto é lançado. 

Porém, as empresas e condomínios podem reutilizar esta água ao invés de lançá-la no meio ambiente. Caso esta seja a decisão dos administradores, o processo de desinfecção é ativado. Para isso, alguns produtos sanitizantes são adicionados ao efluente. 

A grande vantagem deste processo é que os condôminos podem reutilizar a água para atividades do dia a dia, e até necessidades esporádicas. Como por exemplo, refrigeração, sistemas de ar condicionado, lavagem de calçadas e carros, irrigação de gramados e flores, agricultura, geração de energia limpa, combate a incêndios e até assentamento de poeira, no caso das obras.

Extra: Processo do lodo

Como citamos acima, as etapas de tratamento de efluentes podem gerar uma grande quantidade de lodo. O ideal é as empresas especializadas realizarem a retirada do lodo e descartá-lo em aterro sanitário específicos para este fim. Esta alternativa é a mais indicada e é a única existente no mercado atualmente. 

Os processos de tratamento dos efluentes são constantemente atualizados e aprimorados. Por ser um trabalho com diversas etapas e muitos detalhes, a KSE Ambiental indica que todos os empresários e administradores de obras e condomínios contem com um acompanhamento. 

Em nosso portfólio de serviços, apresentamos uma vertical exclusiva para o fornecimento, instalação, operação e manutenção de Estações de Tratamento de Efluentes (ETEs). Quer garantir a qualidade e segurança dos materiais gerados por sua empresa ou residência? Conheça agora todos os serviços oferecidos pela KSE Ambiental > https://kseambiental.com.br/saneamento/ 

  • What our client say

    Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum.

    -Grek Ross ThemeNector
  • What our client say

    Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum.

    -Grek Ross, ThemeNector
  • What our client say

    Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum.

    -Grek Ross ThemeNector
  • What our client say

    Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum.

    -Grek Ross, ThemeNector
  • What our client say

    Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum.

    -Grek Ross, ThemeNector