Como funciona uma estação de tratamento de efluentes

Chamamos de efluentes todos os produtos, líquidos ou gasosos, resultantes de ações humanas, sejam industriais ou domésticos.

Os efluentes gasosos são encontrados em indústrias, nas grandes chaminés. Já os efluentes líquidos podem ter diversas origens, de casa, comércios, indústrias, loteamentos, supermercados, e todo o local que consome água de alguma forma.

A água consumida por essas origens necessita de tratamento, uma vez que foi contaminada por algum processo, e precisa ser devolvida ao meio ambiente tratada para não poluir os corpos hídricos. O não tratamento dos efluentes pode ocasionar problemas graves de saúde pública.

Aqui na KSE Ambiental utilizamos dois processos para o tratamento de efluentes líquidos. Confira a seguir como acontecem:

 

Lodo ativado convencional

Uma das tecnologias mais conhecidas e utilizadas no âmbito do tratamento de esgoto doméstico e de efluentes industriais é o lodo ativado convencional. Ele tem dois princípios: aeração e decantação.

  • Primeiramente faz-se a inserção de oxigênio em uma de suas câmaras para favorecer o crescimento dos microorganismos, que se alimentam dos nutrientes existentes na massa líquida, favorecendo a decomposição do substrato e assim a formação dos flocos biológicos.
  • A decantação é a etapa da clarificação do efluente. Uma vez que os flocos são sedimentados para o fundo do tanque, o líquido clarificado decanta para a etapa posterior.
  • Parte do lodo formado no fundo do tanque retorna para o sistema de tratamento, uma vez que, ao existir uma maior taxa de microorganismos, maior será a capacidade de degradação de nutrientes. A outra parte será redirecionada para um local de acúmulo de lodo (tanque de lodo, bag de lodo ou leito de secagem).

 

Lodo ativado Phoredox 3 estágios

O Phoredox 3 estágios segue o mesmo princípio de tratamento do lodo convencional, mas com a adição de duas etapas anteriores à aeração: o processo anaeróbio e o anóxico.

Os tanques da estação têm a função de proporcionar ambientes onde outras gamas de bactérias atuam e favorecem as condições ideais para ocorrer a remoção biológica de Nitrogênio e de Fósforo. Desta maneira, através do uso de bombas, é possível recircular parte do efluente para as câmaras da ETE, fazendo com que haja alternância de regimes, anaeróbio - anóxico e anóxico - anaeróbio.

image1.png

  • What our client say

    Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum.

    -Grek Ross ThemeNector
  • What our client say

    Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum.

    -Grek Ross, ThemeNector
  • What our client say

    Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum.

    -Grek Ross ThemeNector
  • What our client say

    Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum.

    -Grek Ross, ThemeNector
  • What our client say

    Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum.

    -Grek Ross, ThemeNector